100%

Comissão de Saúde reuni-se para tratar sobre a territorialização das ESF e denuncias sobre o Hospital Casa de Saúde


 Nesta quinta-feira (23), a Comissão de Saúde e Meio Ambiente realizou duas reuniões no Legislativo Municipal. Inicialmente, os parlamentares receberam, no Plenário, os agentes de saúde do Bairro Lídia para tratar sobre o processo de territorialização da comunidade. Participaram do encontro as representantes da secretaria de saúde do município, Ana Paula Secrig, Luciana Molino, Elenir Anversa e Maria Suzana Lopes. Na segunda reunião, a Comissão em conjunto com a Comissão Especial referente às unidades de saúde discutiram as denúncias relativas ao Hospital Casa de Saúde.
As agentes de saúde procuraram os parlamentares para informar sobre o novo projeto que está sendo criado pelo Executivo. O projeto modifica o alcance das Estratégias de Saúde da Família (ESF). Segundo Suzana, o projeto ainda não foi definido e passa por uma fase de reestruturação até ser colocado em prática. “Antes de começarmos a agir, primeiramente estamos realizando um estudo sobre o nosso território, analisando os pontos de vulnerabilidade, mas, para planejar a saúde, precisamos incialmente conhecer nosso território”, explicou.
Elenir Anversa, explicou sobre o setor censitário e a forma como será feita a nova territorialização. Na próxima sexta-feira (24), uma reunião de capacitação acontecerá no Núcleo de Educação Permanente (NEP) com um geógrafo especializado que irá trazer mais informações para o projeto. “ Estamos operando com base na Política Nacional de Atenção Básica para que o projeto seja colocado em todo o território de Santa Maria e possa contemplar todos os moradores que precisam das ESFs”, informou.
A territorialização é utilizada na Saúde como ferramenta para facilitar a cobertura da atenção primária à população. A delimitação geográfica de um território permite a Saúde conhecer características da população, bem como desenvolver programas e projetos viáveis frente aos diagnósticos levantados. Tem como objetivo definir áreas territoriais de responsabilidade para as equipes locais de saúde visando a vigilância em saúde, no município o último dado realizado foi feito no ano de 2004.
Badke informou que a comissão irá realizar uma audiência pública para tratar sobre o novo projeto juntamente com os agentes de saúde das unidades básicas e ESFs.



CASA DE SAÚDE - Na segunda parte da reunião a Comissão Permanente de Saúde e Meio Ambiente reuniu-se com os membros da Comissão Especial – Pastor João Chaves, João Kaus e Daniel Diniz - que irá fazer o acompanhamento dos procedimentos e estruturas relacionadas a saúde. Os vereadores ouviram os relatos sobre possíveis irregularidades no Hospital Casa de Saúde de Santa Maria.
A primeira denúncia aconteceu no mês de maio, quando a jovem Bruna Fani, solicitou participar da comissão para relatar as irregularidades que aconteceram durante o seu parto na maternidade da instituição. Segundo Fani, os procedimentos realizados durante o nascimento do seu bebe foram os responsáveis pelos problemas posteriores que levaram a morte da criança. Após o relato de Bruna, outros pais procuraram a comissão para relatar casos semelhantes.
Inicialmente o advogado Leonel Walter Quintero relatou sobre o processo enviado ao Ministério Público a pedido de Elvio da Silva Souza, pai de uma das crianças que nasceu no Hospital e que três anos após o nascimento teve problemas de saúde e faleceu; O advogado explicou inicialmente os processos jurídicos já realizados pelos familiares das crianças. Posteriormente, Elvio relatou aos parlamentares como foi realizado o nascimento do seu primeiro filho, feito por uma técnica de enfermagem na instituição. “ Foi há três anos, quando levei minha esposa até o hospital para que meu filho nascesse. Chegamos em torno de 7 horas da manhã e durante todo o período da manhã não recebemos nenhum tipo de acompanhamento. Minha mulher sofreu do início ao fim, com um procedimento feito por alguém que não tinha competência para realiza-lo. Nosso filho nasceu com prolapso de cordão e teve paralisia cerebral. Só quero que a justiça seja feita que mais nenhuma criança ou família passe por esse sofrimento”, mencionou Souza. Segundo Elvio, há cinco crianças que nasceram com problemas semelhantes, três deles com a mesma médica e parte das crianças foram a óbito posteriormente.
Sandra Braz Hertz, representado a secretaria de saúde do município acompanhou a reunião e solicitou aos familiares que fizeram o relato que entrassem em contato com a secretária do município para encaminhar providencias.
Após ouvir os relatos dos pais, a Comissão Especial informou que fará uma nova reunião na próxima segunda-feira (27) para definir as atribuições de cada componente e também elaborar o cronograma de trabalho que inclui entrevistas com os denunciantes e visitas nos locais que receberam a denúncia. O grupo fara novos pedidos de informações sobre os convênios entre a prefeitura e a SEFAS.


Texto: Karohelen Dias
Foto: Carolina Escher e Gabriele Wagner.
 

Notícias

Sessão Plenária Ordinária, 23 de maio de 2017
Sessão Plenária Ordinária, 23 de maio de 2017

TRIBUNA LIVRE: O espaço foi utilizado por Claudete Ribeiro, da Sociedade Brasileira para o Ensino e Pesquisa (SOBRESP), que destacou os 15 anos da entidade. Destacou que a instituição é dedicada ao ensino, proporcionando às pessoas novos conhecimentos. Ressaltou que a SOBRESP entrega à sociedade cidadãos solidários e conscientes de suas responsabilidades. A instituição oferece cursos de graduação, MBA e especializações.

Demandas da comunidade são tratadas em reunião da Comissão de Políticas Públicas
Demandas da comunidade são tratadas em reunião da Comissão de Políticas Públicas

A Comissão de Políticas Públicas e Assuntos Regionais recebeu, na tarde desta terça-feira (23), o Secretário Adjunto de Infraestrutura e Serviços Públicos, Eduardo Leitão Crisóstomo. Os vereadores comentaram sobre o alto número de demandas, as dificuldades enfrentadas em alguns pontos da cidade em que a comissão esteve visitando e falaram sobre as cobranças feitas pela população.

Comissão debate alternativas para plano de saúde dos servidores municipais
Comissão debate alternativas para plano de saúde dos servidores municipais

Na manhã desta terça-feira (23), a Câmara de Vereadores sediou reunião entre integrantes do Sindicato dos Professores de Santa Maria (Sinprosm), do Sindicato dos Municipários, do Instituto de Previdência e Assistência Social dos Servidores Públicos de Santa Maria (IPASSP-SM), da Prefeitura, da Comissão de Saúde e Meio Ambiente do Poder Legislativo, entre outros. O encontro, que ocorreu no Plenarinho da Casa, objetivou debater a viabilidade da criação de um plano de saúde próprio para os servidores municipais de Santa Maria.

Legislativo promove 1ª mateada solidária
Legislativo promove 1ª mateada solidária

Neste Domingo (21), o presidente do legislativo Admar Pozzobom, participou da Mateada em comemoração ao Dia Municipal do Fusca e arrecadação da Campanha do Agasalho 2017. A Mateada aconteceu no estacionamento do Monet Plaza Shopping.

Presidente recebe membros da Abojeris
Presidente recebe membros da Abojeris

Na manhã desta sexta-feira (19), o presidente da Câmara de Vereadores, Admar Pozzobom, recebeu a advogada Elizabeth Greff e dois representantes da Associação dos Ofíciais de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (Abojeris), Sônia Regina de Lima Felin e Éden Fros. O objetivo da visita foi a entrega de uma carta em que a Abojeris se manifesta contraria às reformas trabalhista e da previdência.

Conselho de Esportes participa da reunião da Comissão de Educação
Conselho de Esportes participa da reunião da Comissão de Educação

A Comissão de Educação, Esporte e Lazer recebeu, na tarde desta quinta-feira (18), o Presidente do Conselho Municipal de Esporte e Lazer, Vitor Ribeiro Dias e o Vice-Presidente, Cristian Bertoia. A visita diz respeito a um pedido de verificação da atuação, postura ética e decisão dos membros do CMEL, trazida aos parlamentares por meio do presidente da Associação Parceiros do Clube do Coração, Luiz Cláudio Mello, em abril deste ano.

Comissão de Direitos Humanos exara parecer favorável à tramitação de matéria
Comissão de Direitos Humanos exara parecer favorável à tramitação de matéria

Nesta quinta-feira (18), a Comissão de Direitos Humanos e Cidadania aprovou o relatório da vereadora Celita da Silva sobre o Projeto de Lei (PL) 8470/17, que obriga os estabelecimentos privados do município de inserir nas placas de atendimento prioritário o símbolo mundial do autismo e dá outras providências. A relatora conclui pela tramitação da matéria.